CARAVANA LUSO-BRASILEIRA A ISRAEL - MAIO DE 2016

CARAVANA LUSO-BRASILEIRA A ISRAEL - MAIO DE 2016
Uma experiência inesquecível a não perder!

quinta-feira, julho 02, 2015

ISRAEL REFORÇA SEGURANÇA NA FRONTEIRA COM O SINAI

Devido ao imprevisto ataque de ontem na parte Norte do Sinai, perto da fronteira com Israel, em que os terroristas do "Isis", provocaram dezenas de mortos entre os militares e civis egípcios, e sabendo das ambições deste hediondo grupo islâmico terrorista em estabelecer um "estado islâmico" em toda a região, Israel reforçou as suas medidas de segurança na fronteira que o separa do Sinai.
O ataque foi dirigido especificamente contra tropas egípcias estacionadas na cidade de Sheikh Zuweid, causando dezenas de vítimas, algumas delas civis. 
As tropas egípcias assistidas pelos aviões F-16 atacaram incessantemente os redutos terroristas, tendo causado a morte de mais de 100 elementos identificados com o "estado islâmico."
Segundo informações de um jornal diário egípcio, os terroristas eram portadores de equipamento bélico altamente sofisticado, incluindo mísseis anti-tanque "Kornet" de fabrico russo.
O jornal relatou ainda que os terroristas utilizaram morteiros, metralhadoras anti-aéreas e outros mísseis tele-guiados.
O ataque incluiu explosões suicidas e ataques a instalações de segurança, com a utilização de dezenas de militantes terroristas, constituindo o ataque mais mortífero em todo o Sinai desde há décadas. 
Fontes oficiais egípcias alegam terem morrido várias dezenas de militares egípcios e cerca de 100 atacantes. 
FORÇAS EGÍPCIAS BOMBARDEIAM
POSIÇÕES TERRORISTAS NO NORTE DO SINAI
Esta manhã, o Egipto anunciou que as suas forças mataram mais 23 militantes islâmicos na península do Sinai através de vários raids aéreos, perto da cidade fronteiriça de Rafah.
Segundo informações oficiais, estão sendo feitas buscas de casa em casa na cidade onde se deu o ataque, estando também a ser feita a desminagem de dispositivos explosivos que os terroristas montaram nas estradas à volta da cidade. 

Shalom!



terça-feira, junho 30, 2015

SERÁ QUE "ESTRELA DE BELÉM" ESTÁ DE VOLTA?

Um raríssimo fenómeno tem sido visto nos céus do mundo inteiro nestas últimas noites, despoletando toda a sorte de especulações sobre o real significado do mesmo.
Há alguns dias que eu próprio tenho estado fascinado com a quase conjunção de 2 planetas, visível já antes do próprio pôr do sol, provocando um intenso brilho, algo que pessoalmente nunca presenciei em toda a minha vida. É óbvio que não, pois este raríssimo fenómeno da quase sobreposição dos planetas Júpiter e Vénus aconteceu também...imagine-se...quando do nascimento do Messias Jesus na aldeia de Belém, há cerca de 2 mil anos atrás!

Inacreditável! 
Hoje mesmo, dia 30 de Junho, poderemos ver a quase sobreposição deste 2 planetas na direcção do pôr do sol, um fenómeno com a duração de 8 noites e que se iniciou a 27 deste mês, estendendo-se até à noite de 4 de Julho.
O brilho dos planetas é tão intenso, que muitos pensam tratar-se de estrelas, mas tal não é o caso...
Este raríssimo fenómeno é conhecido como "estrela de Belém", uma vez que esta mesma conjugação dos 2 planetas Júpiter e Vénus ocorreu exactamente na época do nascimento do Salvador, em Belém, dando a entender aos magos do Oriente que seria "o sinal" anunciado para o nascimento do Rei dos judeus, em Israel. Esse é pelo menos o entendimento de muitos comentadores e estudiosos da matéria, ainda que haja quem pense que se tratou de uma estrela especial.
Seja como for, o que é intrigante ou até mesmo impressionante é que o fenómeno que podemos ver nestas noites é exactamente o mesmo que foi visto há 2 mil anos quando do nascimento do Messias!
Os astrónomos denominam esta quase sobreposição dos 2 planetas como "conjunção."

"LEÃO DE JUDÁ"
Outro sinal impressionante relacionado com este fenómeno da conjunção destes 2 planetas é que ele ocorre na constelação de Leão, também conhecida como "Leão de Judá!"
O que torna esta conjunção celestial de Vénus e Júpiter tão impressionante não é só o facto de parecerem que se estão tocando uma na outra (como provavelmente seria a estrela de Belém), mas também por estar a acontecer em Regulus "a estrela Rei", vista nos céus em forma de leão...!
Como a imagem ao lado demonstra, a conjugação de Júpiter e Vénus situa-se como que "aos pés" do "leão."

QUE SINAL É ESTE?
Devemos tomar todas as precauções, como estudantes das Escrituras que somos, para não nos afundarmos no fértil campo das especulações. Há no entanto questões que podemos fazer a nós mesmos, olhando para estes "sinais" e, à semelhança da virtuosa Maria, "guardar estas coisas no nosso coração."

Será este um sinal da volta do Messias Jesus?
Será este um sinal da breve aparição do Anti-Messias (Anticristo), para enganar e querer fazer-se passar por "Messias"?

Uma coisa é certa: o "Leão de Judá" virá para reinar! E como precisamos que Ele venha e depressa! 
Estamos a viver dias de intensa violência e decadência moral e espiritual. Israel vai sendo cada vez mais "encurralado", até por aqueles que se julgava serem verdadeiros amigos. O chefe do Vaticano, um verdadeiro candidato a "falso profeta" faz pactos com os inimigos de Israel, promovendo a divisão da Terra Santa entre judeus e árabes, algo radicalmente condenado pelo Deus de Israel.

Estaremos próximos do fim? 

O mundo ainda vai dar muitas voltas. Mas tudo vai girar muito rapidamente. E a meio de uma profunda crise e desespero mundiais, o verdadeiro Messias Jesus, o "Leão de Judá" virá para reinar sobre o mundo inteiro, trazendo finalmente o tão desejado Reino de Paz e Justiça prometido pelos antigos profetas de Israel!
Os reinos deste mundo sucumbirão aos Seus pés. O Seu domínio será total e eterno!
"Não chores: eis aqui o Leão da tribo de Judá, a raiz de David, que venceu...!" - Apocalipse 5:5

Ele reinará desde o Monte Sião, em Jerusalém, e diante da Sua glória, poder e majestade, "todo o joelho se dobrará e toda a língua confessará que Ele é o Senhor!"

Shalom!

segunda-feira, junho 29, 2015

ISRAEL INTERCEPTA FLOTILHA DE ACTIVISTAS PROVOCADORES

As Forças navais israelitas abordaram e interceptaram ontem à noite um barco que trazia 20 activistas pró-palestinianos que teimosamente tentavam penetrar na zona marítima de Israel, ao largo da Faixa de Gaza.
A apreensão da embarcação "Marianne" decorreu sem incidentes. Este barco faz parte de uma flotilha pirata oriunda da Suécia.
As Forças de Defesa de Israel alegaram que a apreensão do barco decorreu após terem sido esgotados todos os esforços diplomáticos para evitar mais esta provocação.
"Quando se tornou claro que os tripulantes e passageiros não tinham intenção de colaborar, desviando a rota para o porto israelita de Ashdod, foi então decidido apreender a embarcação e conduzi-la para o porto de Ashdod" - informou um porta voz das FDI.
Para além do "Marianne", os comandos navais israelitas avistaram outros 2 barcos que não se aproximaram das águas navais israelitas, voltando para trás. Crê-se que terá havido um outro barco também a retroceder.
Os activistas deverão ser agora interrogados em território israelita e posteriormente expulsos por via aérea a partir do aeroporto de Ben Gurion.
Para evitar que a habitual hipocrisia europeia e mundial faça uso deste pequeno incidente para condenar Israel, toda a operação foi filmada ao pormenor de forma a demonstrar que a intervenção das forças especiais de Israel foi comedida e pacífica.

Shalom, Israel!

sábado, junho 27, 2015

UMA SEXTA-FEIRA VERDADEIRAMENTE NEGRA!

UMA SEXTA-FEIRA VERDADEIRAMENTE NEGRA!
O triunfo do pecado, a provocação às leis de Deus pelos mais altos representantes de uma nação (EUA) constituída sobre fundamentos bíblicos, a crueldade gratuita provocada por aqueles que levam o Islão a sério, o acordo promíscuo realizado ontem entre o Vaticano e a "Palestina", tudo isto nos leva a acreditar cada vez mais que estamos realmente vivendo nos últimos dos "últimos dias", os dias de Sodoma e Gomorra, os dias de Noé, dias que precedem o terrível juízo de Deus sobre a terra.
Tendo aplaudido a abominável decisão tomada pelo Supremo Tribunal dos EUA, o mais alto representante da nação, Barack Hussein Obama, de regresso do funeral do pastor assassinado juntamente com outros 8 crentes da Igreja Metodista em Charleston, não só aplaudiu a decisão do tribunal, declarando que a mesma "tinha tornado a nossa União um pouco mais perfeita", como permitiu que a própria Casa Branca fosse iluminada ontem à noite com as cores do arco íris, impropriamente utilizadas pelos movimentos homossexuais como símbolo ("vade retro") da sua pérfida ideologia e prática...
Do outro lado do mundo, os fanáticos islamitas deram azo ao seu ódio contra os seres humanos que não partilham da sua diabólica doutrina maometana, decapitando um cidadão na França, assassinando 38 turistas numa tranquila praia da Tunísia, matando 164 civis em Kobane, na Síria, e fazendo explodir uma bomba numa mesquita xiita no Kuwait, matando pelo menos 27 pessoas...

E a "grande prostituta", a "Babilónia" visionada pelos profetas - entenda-se: Roma - assinou o seu primeiro tratado com um pretenso "estado palestiniano", reconhecendo assim aquilo que Deus condena, colocando o líder máximo da ICR em rota de colisão contra o Deus de Israel e Seus propósitos para aquela nação...
Talvez o gigantesco "buraco negro" que ontem mesmo "despertou" nos céus, após 26 anos de adormecimento, e que tanto preocupa os cientistas, nos queira dizer alguma coisa acerca dos tempos tenebrosos que estamos vivendo e que, segundo a Bíblia, irão piorar de dia para dia...
Tal como disse a saudosa D. Ruth Graham, "se Deus não vier em breve trazer juízo sobre este mundo, terá de pedir desculpa a Sodoma e Gomorra." Assim creio também...

Fomos avisados. Os sinais são evidentes. Estaremos preparados?

sexta-feira, junho 26, 2015

POPULAÇÃO JUDAICA PERTO DOS 16 MILHÕES

70 anos depois, a população judaica global aproxima-se daquilo que era antes do Holocausto. Israel já conta com a maior população judaica de sempre, com 6,1 milhões, seguida dos Estados Unidos, com 5,7 milhões.
Segundo os dados publicados pelo "Jewish People Policy Institute" (JPPI), a população actual de judeus no mundo aproxima-se dos 16 milhões. Antes do Holocausto começar, a população mundial judaica contava com 16,6 milhões. Depois da exterminação em massa provocada pelos nazis, a população judaica resumia-se a 11 milhões.
O crescimento da população judaica tem sido acentuado depois do fim da Guerra (1945), tendo-se registado o maior aumento nestes últimos dez anos (2005-2015).
Estas projecções têm como base os critérios da "halacha", tanto para os que vivem em Israel como para aqueles que se identificam como judeus e que vivem fora de Israel.
A percentagem da população de judeus em Israel quando da declaração de independência do estado era de 82%, assistindo-se a um constante declínio nesta percentagem, com uns actuais 75% da população total que vive em Israel.

A população judaica actual no mundo distribui-se desta maneira:
- Israel: 6.103.200
- EUA: 5.700.000
- França: 475.000
- América Latina: 383.500
- Grã Bretanha: 290.000
- Rússia: 186.000
- Alemanha: 118.000
- Austrália: 112.500
- África: 74.700
- África do Sul: 70.000
- Ucrânia: 63.000
- Hungria: 47.900
- Irão: 20.000
- Ásia: 19.700
- Roménia: 9.400
- Nova Zelândia: 7.600
- Marrocos: 2.400

Shalom, Israel!

quinta-feira, junho 25, 2015

ISRAEL...ISRAEL...ISRAEL!

PRAIAS DE TEL AVIV!
VINHAS NA GALILEIA
JERUSALÉM, A CAPITAL ETERNA DE ISRAEL!
DESERTO DA JUDEIA